Seguro Desemprego 2020

O trabalhador brasileiro está entre um dos mais assistido do mundo, em relação aos benefícios de trabalho. Anualmente, o Governo Federal faz um determinado esforço para pagar os inúmeros benefícios destinado à classe trabalhadora. Um dos benefícios de grande importância é o Seguro Desemprego 2020. Trata-se de um recurso que pode ser recorrido pelas pessoas que recentemente foram dispensadas de seu vínculo empregatício sem uma justa causa. Então, quer conhecer um pouco mais sobre este benefício? Leia o artigo abaixo!

Seguro Desemprego 2020
Seguro Desemprego 2020

Quem tem direito ao Seguro Desemprego 2020?

Seguro Desemprego Quem tem direito 2020É importante deixar claro que nem todos os trabalhadores têm direito ao auxílio Desemprego. O benefício é pago somente aos trabalhadores que se enquadrarem nas condições impostas abaixo:

  • Trabalhador demitido sem justa causa;
  • Precisa estar desempregado para receber o benefício;
  • Não possua renda própria;
  • Não estiver recebendo benefícios de prestação continuada – exceto pensão por morte e auxílio acidente;
  • Caso seja a primeira solicitação do benefício, precisa ter recebido salários de pessoa jurídica ou pessoa física equiparada à jurídica por pelos menos 12 meses nos últimos 18 meses antes da dispensa;
  • Caso seja a segunda solicitação do benefício, precisa ter recebido salários de pessoa jurídica ou pessoa física equiparada à jurídica por pelos menos 9 meses nos últimos 12 meses antes da dispensa;
  • Caso seja a terceira ou mais, solicitação do benefício, precisa ter recebido salários de pessoa jurídica ou pessoa física equiparada à jurídica nos últimos 6 meses anteriores a data da dispensa.

O benefício pode ser requerido a partir do 7º dia após a dispensa, até o 120º dia após a dispensa. O valor do seguro desemprego vai variar, de acordo com a remuneração do último emprego.


Novas Regras Seguro Desemprego 2020

Se você foi demitido sem justa causa sabe que o Seguro Desemprego irá te amparar durante o tempo que está desempregado.

Esse benefício é considerado muito importante ao trabalhador, pois através do mesmo é possível ir em busca de um novo emprego sem passar sufoco.

Em 2015 foram aplicadas novas regras ao Seguro Desemprego, as quais são seguidas pelo Ministério do Trabalho até hoje.

Confira quais são essas novas regras:

  • 1º pedido: Quando o Seguro é solicitado pela primeira vez, é necessário que o trabalhador tenha trabalhado por 18 meses de carteira assinada, ou seja, 1 ano e meio;
  • 2º pedido: No momento da segunda solicitação, é necessário trabalhar por 12 meses, ou seja, 1 ano;
  • 3º pedido: Na última solicitação do benefício, o tempo de trabalho é reduzido, sendo necessário que o trabalhador tenha exercido sua função apenas durante 6 meses.

No momento do quarto pedido também é necessário trabalhar no mínimo meio ano (6 meses) de carteira assinada.

Saiba que nem todos os trabalhadores que foram demitidos podem solicitar tal benefício.


Como Calcular o Seguro Desemprego 2020

Ao contrário dos outros benefícios concedidos pelo Governo Federal, o benefício não possui um valor fixo. O valor deste benefício é definido de acordo com algumas regras. Para calcular o valor do auxílio, você deve levar em conta os seguintes pontos:

  • Salário recebido pelo trabalhador nos últimos três meses;
  • Se já recebeu o benefício dentro do prazo de 36 meses;
  • Quanto tempo foi trabalhado antes da solicitação do Seguro Desemprego.

Caso não queira quebrar a cabeça realizando o cálculo do seguro desemprego, saiba que clicando no link acima você acessa a calculador que estima o valor à ser recebido pelo beneficiário de acordo com as informações prestadas. É só fazer a consulta do seguro desemprego 2020 e descobrir quanto você tem direito e as datas de pagamento do benefício.

Muitos trabalhadores se questionam quanto ao recebimento do Seguro Desemprego, pois acham que perderão o direito de receber outros benefícios, como o PIS. Mas, não, esse benefício continuará sendo pago se o trabalhador seguir todos os requisitos exigidos pelo Ministério do Trabalho e Previdência Social.

Veja também:


Tabela Seguro Desemprego

A tabela do Seguro Desemprego 2020 ainda não foi lançada, mas você pode acompanhar abaixo a última edição para entender melhor.

 

 

 

 

É preciso levar em consideração ainda que o valor do Seguro Desemprego é ajustado todos os anos. Este valor é alterado de acordo com o salário mínimo, levando em consideração ainda a média dos últimos 3 meses da renda do trabalhador.


Como dar entrada no Seguro Desemprego

De porte de todos os documentos necessários, você deve realizar, primeiramente, o agendamento online. Esta foi a forma encontrada pelo Ministério do Trabalho para organizar o atendimento e também dar fim aquelas enormes filas que antes se aglomerava nas agências.

Portanto, você deve ir até o site do Ministério do trabalho e agendar o seu atendimento com base nas datas que estão disponíveis para atendimento.

Clique aqui para fazer o agendamento do seguro Desemprego.

O mais interessante sobre esse serviço do MTPS é que ele não serve apenas para o seguro desemprego, mas para outros serviços prestado por essa instituição, como emissão de carteira profissional, baixa de CPTS, entrega de carteira de trabalho, solicitação de registro profissional, homologação da rescisão do contrato de trabalho, entre outros serviços.

Documentos Necessários

No momento de solicitar o seu benefício é preciso que você tenha alguns documentos em mãos, como:

  • Comprovante de Residência;
  • Título de Eleitor;
  • RG e CPF;
  • Carteira de Trabalho;
  • Carta de Demissão e a Homologação.

Parcelas do Seguro Desemprego

As parcelas do seguro podem ser pago de 3 até 5 parcelas. A quantidade de parcelas depende da quantidade de meses trabalhados com carteira assinada.

  • De 6 a 11 meses: o valor é pago em 3 parcelas;
  • De 12 a 23 meses: a quantia é paga em 4 parcelas;
  • De 24 a 36 meses: 5 parcelas.

Agendamento Seguro Desemprego pela Internet

Com o avanço da tecnologia está cada vez mais fácil a realização de diversos procedimentos. Entre eles, está o Agendamento do Seguro Desemprego 2020.

Em alguns estados brasileiros este procedimento é obrigatório. Otimizando e agilizando assim o atendimento.

Confira abaixo os passos para a realização do seu agendamento:

  • Entre no site do MTE clicando aqui;
  • Selecione todas as informações necessárias;
  • Informe corretamente o código da imagem;
  • Por fim, clique em “Prosseguir”.

Uma nova janela será iniciada, você deverá confirmar as informações escolhidas e clicar em “Ações”.

Chegou o momento de selecionar o dia e horário para sua consulta.

  • Basta selecionar a melhor opção, como mostra na imagem abaixo:
Agendar Seguro Desemprego pela Internet
Agendar Seguro Desemprego pela Internet

O último passo é informar alguns dados pessoais, como:

  • CPF;
  • Código de Segurança;
  • Data de nascimento;
  • Telefone para Contato.

Pronto! Agora é só clicar em “Agendar” que seu agendamento será concluído.


Saldo Seguro Desemprego 2020 – Como Consultar

Se você deseja saber o saldo do seu benefício, é simples. A consulta pode ser feita de forma online, basta ter em mãos:

  • Cartão Cidadão ou;
  • Carteira de Trabalho.

O processo de consulta pode ser feito da seguinte maneira:

  • Entre no site da Caixa Econômica Federal clicando aqui;
  • Informe os dados exigidos;
  • Caso você não possua a senha, clique em “Cadastrar Senha”;
  • Por fim, clique em “OK”;
  • Na próxima janela, selecione a opção “Seguro Desemprego”.
  • Pronto! Agora você já poderá verificar todas as informações sobre seu benefício.


Como Receber Seguro Desemprego

Caso você se enquadre em todos os requisitos do programa e tenha direito a receber o mesmo, confira como:

No momento do saque você deve estar com seu cartão cidadão e um documento de identificação. O saque do valor pode ser feito nos seguintes correspondentes bancários:

  • Agências da Caixa Econômica Federal;
  • Caixa Eletrônico;
  • Lotéricas da Caixa;
  • Postos de atendimento Caixa Aqui.

Se você não possui o cartão do benefício, que é o cartão cidadão, deverá realizar a solicitação do mesmo em uma agência Caixa. Para resolver qualquer problema em relação a esse procedimento você pode comparecer aos seguintes órgãos:

  • Ministério do Trabalho;
  • SINE.

É por meio desses órgãos que se sabe quais os trabalhadores tem direito ao Seguro Desemprego e se realmente se encaixam nos critérios de participação do programa.


Valor do Seguro Desemprego

O valor das parcelas do Seguro desemprego 2020 será proporcional ao valor do salário do trabalhador. Confira:

  • Quem recebia acima de R$ 2.268,05 receberá somente R$ 1.542,24;
  • Quem recebia até R$ 1.360,70 deve multiplicar o valor por 0.8;
  • Quem recebia entre R$ 1.360,71 e R$ 2.268,05 deve multiplicar por 0.5 e somar com 1.088,56.

Aplicativo Seguro Desemprego 2020

Com o Aplicativo do Seguro Desemprego ficou muito mais fácil do beneficiário consultar seu benefício e ficar por dentro de todas as informações sobre o mesmo.

Caso você possua dúvidas sobre o Seguro Desemprego, é só acessar o aplicativo e clicar em “Perguntas Frequentes”. Dessa forma, suas dúvidas serão solucionadas.

Para fazer o download do Aplicativo é preciso:

  • Acessar a loja de aplicativos;
  • Pesquisar por “Caixa Trabalhador”;
  • Clicar em “Instalar”;
  • Aceitar os termos e condições de uso;
  • Após a instalação, abra o APP e digite o seu NIS;
  • Clique em “Acessar” e pronto!

Agora você já pode solucionar todas suas dúvidas e consultar o Seguro Desemprego.


Dúvidas sobre o Seguro Desemprego

Em caso de qualquer dúvida sobre o Seguro Desemprego 2020, ligue para o atendimento da Caixa pelo seguinte número:

  • 0800 726 0101.